In Redação

Como desenvolver a argumentação na redação?

Nos posts anteriores, trabalhamos com o conceito do texto dissertativo-argumentativo. Do mesmo modo, compreendemos no que consiste o tópico frasal, o qual podemos utilizar principalmente na introdução da redação, e a forma de utilizar os seus principais tipos: declaração inicial, definição, contraste e interrogação.

Agora, após termos entendido as formas de iniciar a redação, vamos trabalhar com a construção da argumentação, que é algo que os alunos normalmente temem e sentem mais dificuldade em estruturar.

Photo by Bookblock on Unsplash.

Mas, afinal, como desenvolver a argumentação na redação?

No Exame Nacional do Ensino Médio, as competências II e III são focadas na argumentação apresentada na redação. Logo, muitos alunos possuem dúvidas sobre como desenvolver uma argumentação consistente. Em vista disso, seguem algumas orientações para aprimorar os argumentos apresentados no texto:

Foque menos nos textos motivadores

Não foque a redação toda nas ideias transmitidas pelos textos motivadores ou em pensamentos de senso-comum. A redação que apresenta apenas informações retiradas dos textos motivadores ou situações que são óbvias em relação ao tema solicitado não apresentam um argumentação consistente.

Dessa forma, quando avaliadas, as redações, normalmente, não ultrapassam o nível II ou III da redação do ENEM, o que pode ser evitado com a dica abaixo.

Apresente um repertório sociocultural produtivo

Apresente informações que vão além dos textos motivadores, que demonstre que você possui um repertório sociocultural produtivo, isto é, tem domínio de informações de diferentes áreas do conhecimento.

Em vista disso, expor dados históricos (Ciências Humanas), questões biológicas (Ciências da Natureza) ou questões sociológicas (Ciências Humanas) são exemplos de como apresentar um repertório de áreas do conhecimento diferentes.

Traga dados variados a respeito do tema

Dentre as informações que podem ser apresentadas na redação para construção da argumentação estão:

  • fatos históricos, tanto relacionados ao Brasil, já que os temas do ENEM sempre são referentes ao nosso país, quanto de outros países, como forma de exemplificação e comparação entre nações;
  • estatísticas de pesquisas de órgãos governamentais, ongs ou iniciativas privadas; notícias que confirmem alguma afirmação na redação;
  • comparações, sejam históricas, comportamentais, filosóficas, entre outras;
  • teorias de pensadores relevantes para o tema;
  • citações de filósofos, escritores, filmes, séries, músicas, entre outras fontes que agreguem consistência à argumentação.

Conheça os tipos de argumentos

Compreenda os tipos de argumentos existentes e utilize-os na redação. Os tipos mais trabalhados são: argumento de autoridade, argumento de causa e consequência, argumento de exemplificação e argumento de provas concretas.

Nos próximos posts, iremos trabalhar com cada um dos argumentos citados acima, conceituando-os e trabalhando com exemplos.

Vídeo com a explicação

Download do material

Como desenvolver a argumentação na redação?

Publicidade


You Might Also Like